Um convite à paz e ao amor

Se você acha que no Brasil é difícil encontrar um  lugar tranquilo para visitar e até morar, Poços de Caldas, município situado ao sul de Minas Gerais, na Serra da Mantiqueira, é um dos destinos que pode desmistificar este pensamento. Para quem curte natureza, cultura, romance e até algumas doses de aventura, a cidade  é perfeita para vivenciar tudo isso. Com uma população em torno de 150 mil habitantes, é muito comum encontrar em suas belas e conservadas praças, ruas, parques e jardins, idosos, crianças e famílias circulando tranquilamente neste município famoso por suas montanhas e águas raras.

O nome da cidade tem relação com a história da família real portuguesa. Na época em que foram descobertos os poços de água sulfurosa e térmica, a cidade de Caldas da Rainha, em Portugal, já era uma importante terma, inclusive, muito frequentada pela família real. Para se ter uma ideia, Caldas possui o mais antigo hospital termal em funcionamento no mundo. E como as fontes da região mineira eram poços utilizados por animais, daí o porque do nome Poços de Caldas.

Por toda esta relação histórica com os portugueses, existem muitas fontes espalhadas pela cidade, construídas a mando do próprio Dom Pedro II, assíduo frequentador da região no século 17, do qual visitava para banhar-se nas águas sulfurosas e assim curar problemas de pele.

Tal costume parece ter sido adotado até os dias atuais pela população poço-caldense. Por isso é muito comum ver as pessoas lavando seus pés, mãos e rosto com as águas termais das fontes, a fim de se livrar de alguma doença. Uma das fontes mais famosas de Poços de Calda é a dos Macacos, que fica na Praça Dom Pedro II. Suas águas possuem características terapêuticas, com composição alcalina, bicarbonatada, sulfetada e hipertermal. Neste mesmo local também está situado o Balneário Dr. Mário Mourão onde banhos de imersão  são realizados em cabines individuais com banheira. A água utilizada nos banhos sai diretamente da fonte a uma temperatura de 41 graus celsius. A Thermas Antônio Carlos também é outro local para quem quer desfrutar de banhos termais, que curam e relaxam. Lá você também pode fazer  limpeza de pele, massagem, sauna, dentre outros serviços terapêuticos, daqueles que todo ser humano merece.

Em Poços é muito comum você se deparar com charretes no ‘trânsito’ disputando espaço com carros, motos e ônibus. Tradicional na cidade, o veículo ‘inusitado’ é muito procurado pelos visitantes que querem conhecer os pontos turísticos da região de um jeito diferente. Tive a oportunidade de passear numa dessas charretes com o meu esposo e quem nos levou foi o simpático ‘Seu Osmar’, charreteiro há 44 anos.  Com ele, conhecemos a fonte das rosas, dos amores e vários outros lugares que evidenciava o amor. Quem tiver a chance de conhecer Poços pode achar o ‘Seu Osmar’  e  sua charrete em um dos pontos do Complexo Cultural da Urca, próximo ao Relógio Floral ou no Palace Hotel, que fica na Praça Pedro Sanches, ambos localizados no centro de Poços de Caldas.

Outra alternativa nos arredores da cidade é a cachoeira Véu das Noivas, formada por três quedas d’água que formam corredeiras entre as rochas e a mata. No local ainda há um trenzinho que realiza passeios nos limites do parque e um ótimo espaço gourmet para saborear da típica comida mineira.  A brisa, o som da água ao bater nas pedras e a sintonia com a natureza contribui bastante para que os momentos a dois sejam inesquecíveis. O passeio é realmente imperdível e um verdadeiro convite à paz e ao amor!

Cachoeira Véu das Noivas

Daniella, a intensa

Sobre Daniella, a intensa

Para viver preciso acreditar nos sentimentos mais profundos que a alma humana pode oferecer. O infinito para mim é bastante atraente e o "meio termo" praticamente não existe. Tenho uma alma intensa, carismática, dramática. E é com toda essa intensidade que procuro dar o meu melhor como mãe, esposa, filha, irmã, amiga, jornalista, poetisa!

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *