Post Marcados ‘amor’

Como eu aprendi a me amar 1

Como eu aprendi a me amar

Por Monique Souza É incrível como alguém chega aos 30 sem ter a menor noção do que seja esse tal de amor próprio. A gente aprende desde cedo que é preciso amar a si mesma antes de amar o outro e isso é incontestável. Acontece que esse tal de amor próprio precisa ser vivenciado na […] Leia mais…

Talvez a gente se esbarre e se conheça de novo com o olhar mais maduro e o coração mais decidido 1

Talvez a gente se esbarre e se conheça de novo com o olhar mais maduro e o coração mais decidido

Thamilly Rozendo “Talvez a gente se esbarre e se conheça de novo com o olhar mais maduro e o coração mais decidido.” Tatiane Argenta Eu achava que, aos poucos, a gente morria de amor, depois do fim, depois da despedida, mas não, ninguém morre. Dói muito e a angústia chega a apertar o peito; você chora […] Leia mais…

Esse não é um texto sobre amor, mas sobre como eu amava os domingos ao seu lado 1

Esse não é um texto sobre amor, mas sobre como eu amava os domingos ao seu lado

  Monique Souza Os domingos tornaram-se dias difíceis, eles acostumaram a ser os piores da  semana. Hoje amanheceu com chuva e acabei passando boa parte do tempo deitada, rememorando cada segundo que ficávamos grudadas nesses domingos nublados. Lembrei dos vários copos que deixávamos espalhados pelos cômodos da casa e dos gestos que entregavam nossa preguiça. […] Leia mais…

Minha mais "Bella" forma de recomeçar 2

Minha mais “Bella” forma de recomeçar

A palavra recomeçar para mim soa como uma avalanche de sentimentos. Nestes 31 anos de vida, passei por muitos recomeços, mas com certeza um dos que mais me tocou até hoje foi o pós-aborto espontâneo que sofri em março de 2014. Um momento que só quem passa por ele, sabe tamanha a dor que se sente, […] Leia mais…

Identidade de gênero e sexualidade 1

Identidade de gênero e sexualidade

Muita gente confunde tudo quando o assunto é gênero e sexualidade. Eu mesma não entendia direito até que me senti obrigada a estudar, porque já não me sentia totalmente contemplada pelo termo BIsexual. Não gosto dessa ideia de binariedade, “tem homem e tem mulher, ou um ou outro” e foi aí que eu descobri o […] Leia mais…

Seus gestos 1

Seus gestos

Repouso meu corpo no seu peito e me ajeito, bem daquele jeito que você sabe, me traz a paz. O cheiro de roupa limpa e o toque suave, riscando as unhas sobre o meu braço esquerdo em um vai e vem interminável. O meu ouvido está colado ao seu peito e eu me concentro na […] Leia mais…

mae-e-filho-romero-brito-amor-desenho_thumb[1]

De madrinha para afilhado

Para quando você crescer… Querido afilhado, Hoje faz um ano e seis meses que você veio ao mundo, mas parece que você já está aqui há tanto tempo, parece que te conheço há tanto tempo. Esse sorriso largo, essa covinha encantadora, essa timidez e esse olhar doce sempre estiveram aqui. Estavam no gênio forte de […] Leia mais…

Foto: Monique Souza

Overdose de Drummond

Foto: Monique Souza No próximo dia 12 de junho vamos comemorar o Dia dos Namorados,  uma data simbólica que celebra o amor entre duas ou mais pessoas. Por isso, separei vários trechinhos do meu poeta favorito para você entrar no clima e, quem sabe, enviar  um “zap” para aquele seu parceiro/a durante a semana inspirado […] Leia mais…

O amor e outras mil coisas

E se a gente pudesse emoldurar o amor, colocá-lo numa moldura de cobre bem bonita e deixa-lo escancarado para os momentos de desamor. Ou se a gente pudesse compra-lo, com parcelas a longo prazo a cada instante em que nos sentimos menos amado e, por isso, mais odiado. E, se ao invés de disputarmos por […] Leia mais…

O abraço 1

O abraço

Da alegria, Do dever cumprido, Do orgulho no peito. Da esperança renovada Dos sacrifícios válidos Da dor superada. Da ternura, Do amor, Da parceria, Do aconchego, Da proteção. Pura clareza, eterna sintonia Razão de viver. * Esse poema é dedicado a minha mãe, Maria de Jesus e a todas as mães que dedicam o amor […] Leia mais…

presentes dimensão

O melhor presente de todos

No sábado passado, dia doze de outubro  foi comemorado o dia da criança. Na TV estava passando uma reportagem que mostrava filas enormes de pais comprando presentes  para seus filhos. Pais preocupados em agradar os filhos, comprando presentes caros, com se isso fosse responsável pela sobrevivência deles. Fiquei pensando sobre “presentes”. Qual o melhor presente […] Leia mais…

amar

Amar, principal verbo da vida

Trabalhar o sentimento do amor no dia a dia nem sempre é uma tarefa fácil. Às vezes, parece que enxergar o pior o lado do ser humano é uma ação que já nasce com a gente e só cresce com o passar dos anos.  Ê espécie complexa a nossa heim? O filósofo e sacerdote Fábio […] Leia mais…

paixao-heder

A Paixão como Remédio

Se eu saísse pelas ruas fazendo uma pesquisa com homens e mulheres, de todas as idades e lhes perguntassem se quando eles veem alguém que eles gostam (com interesses de flertá-lo), o comportamento deles mudaria de repente? Aposto que a resposta seria unânime e diriam que sim. Nem a ciência e nem a religião conseguem […] Leia mais…

heart

Elegia ao óbvio

-Abre a porta. – Sai daí! Eu não quero mais olhar na sua cara. – menos pior, ele pensou. Pelo menos falar ele ainda estava podendo. – Por favor, meu bem, abre a porta. – Por favor, meu bem, some da frente da porta. – ela disse, corrosiva. – Entenda só, nós precisamos conversar de fato […] Leia mais…