Primas – Irmãs

Primas - Irmãs 1Uma das minhas primas que vive nos Estado Unidos está no Brasil até amanhã. Não existe nada mais forte que laços entre primos. Minhas primas e eu crescemos juntas, elas são mais que irmãs. Conhecemos muito bem uma a outra e sempre que nos encontramos passamos horas conversando sobre nossas vidas, filhos, angustias e tudo mais. O tempo nunca é suficiente para tanta conversa.

E o tempo vai passando as crianças vão crescendo mas nossos laços continuam firmes, intactos. São laços construídos desde a infância. Passamos por muitas coisas juntas, uma sempre apoia a outra, nos visitamos quando podemos.

A vida dá rumos diferentes para cada pessoas, as distancias nos separam, mas o amor e a amizade nos une. Então podem se passar séculos sem uma ver a outra mas quando nos encontramos o amor, carinho e amizade são os mesmos e cada vez mais fortalecidos.

Primos são uma benção que Deus colocou em nossas vidas. Com primos podemos, partilhar coisas, podemos rir e chorar juntos. Enfim podemos estar juntos pelo simples fato de apreciar o companhia um do outro.

Minhas primas e eu temos um hábito desde de criança que é antes de dormir uma vai para a cama da outra e passamos horas conversando. O hábito já virou tradição pois as filhas das minhas primas já se acostumaram com isso e vai todo mundo para uma cama só e lá as crianças dormem no meio da gente ouvindo nossas conversas e histórias.

As meninas já estão quase na adolescência, desejo que guardem consigo essa tradição e que se tornem adultas, uma deitada na cama da outra se confortando e trocando confidências. Creio que isso que nos torna tão próximas e tão amigas. E que Deus continue a abençoar essa amizade entre primas até o fim de nossas vidas.

 

Acir, a viajante

Sobre Acir, a viajante

Faço do mundo a minha morada, conhecendo lugares nunca vistos. Conheço a mim mesma me vendo em outros rostos, em outras culturas. O meu encontro e encanto com outros mundos é o encontro e encanto com uma parte adormecida e inexplorada em mim, que anseia pelo desconhecido.

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *