Pequeno conto de Natal da Família Berlley

Pequeno conto de Natal da Família Berlley 1

Pedi permissão ao meu amigo canadense Danny Berlley para publicar seu texto que meu emocionou muito, sobre um fato que lhe ocorreu no Natal passado. Seu filhinho Thomas sofre da Síndrome de Asperger, o site: https://novaescola.org.br/conteudo/279/o-que-e-a-sindrome-de-asperger traz a seguinte definição:

“A Síndrome de Asperger é um Transtorno Global do Desenvolvimento (TGD), resultante de uma desordem genética, e que apresenta muitas semelhanças com relação ao autismo.”

Pequeno conto de Natal para os Belley!

Se você me permitir, eu vos compartilhar uma pequena história que aconteceu na quarta-feira de manhã que me deixou muito triste.

Enquanto arrumava os lanches das crianças, Thomas veio juntar-se a mim na cozinha para me fazer uma pergunta. Ele me perguntou se ele podia fazer um pedido ao Papai Noel quando ele viesse na casa da vovó. Eu lhe disse ” Claro querido! O Papai Noel vai ouvir bem o seu desejo!”

Então ele me disse ” Pai, gostaria de pedir ao Papai Noel nunca mais ser “Asperger”, adoraria falar rápido como as outras crianças, não estar sempre no mundo da lua, mover-se como os outros, não ter mais ataques de raiva, Não ter mais crises de epilepsia. Eu adoraria ter verdadeiros amigos.” tinha os olhos cheios de lágrimas…

Então eu me abaixei  para lhe dizer: ” Sabe Thomas, o Papai Noel pode realizar qualquer tipo de desejo para ajudar as crianças. Mas você é um menino único e o Papai Noel ama muito quem você é. Ele não te vai tirar toda essa beleza que você possui. Mas, sabe, se você quiser, pode pedir-lhe para te dar a força e a coragem de aprender a descobrir e a amar a sua diferença.”

Thomas, que não tem o costume de demonstrar sentimentos, me apertou muito forte com seus  pequenos braços dizendo-me que ele o faria. Ele saiu de cozinha e eu chorei todas as lágrimas do meu corpo ao terminar de preparar os lanches.

Na véspera de Natal, contei tudo isto ao meu tio que é o Papai Noel da família. Quando o Thomas se sentou sobre esses joelhos, o Papai Noel perguntou-lhe o que ele queria. Thomas lhe sussurrou ao ouvido seus desejos. O Papai Noel lhe explicou então que ele  também era muito diferente dos outros e que isso era o que o tornava tão maravilhoso! Ele continuou a lhe explicar algumas coisas ao ouvido que permaneceram entre eles… Thomas começou a sorrir e deu um grande abraço no Papai Noel antes de voltar a juntar-se a nós todo feliz!

Este ano, o Papai Noel deu o mais belo dos presentes para o meu filho. Ele devolveu-lhe a esperança!

Acir, a viajante

Sobre Acir, a viajante

Faço do mundo a minha morada, conhecendo lugares nunca vistos. Conheço a mim mesma me vendo em outros rostos, em outras culturas. O meu encontro e encanto com outros mundos é o encontro e encanto com uma parte adormecida e inexplorada em mim, que anseia pelo desconhecido.

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *