O tempo em Eterno Movimento

O tempo em Eterno Movimento 1

Com todo mundo que você conversa nesta época é a mesma coisa: Como o tempo passou depressa!! Já é Natal, daqui a pouco é um novo ano!!

O tempo voa e “a vida passa como um sopro” como diz o salmista. O tempo vai passar de qualquer jeito, não há como detê-lo. Ele estará conosco até o fim, às vezes nosso algoz, às vezes nosso alento.

Há momentos que nós queremos que ele não passe nunca e outros momentos que tudo que queremos é que ele passe mais rápido ainda!

Quando somos jovens não ligamos para o tempo, parece que ele não vai nos atingir jamais. Acho que todos os jovens são assim. Mas a medida que envelhecemos começamos a perceber que nosso tempo se abrevia cada vez mais rápido e pensamos em coisas que gostaríamos de ter feito e não fizemos, momentos que não deveríamos ter deixado passar e passou e tudo continua passando cada vez mais rápido e a vida se abrevia. É o tempo roubando nosso tempo.

Aí você chega a conclusão que o que você tem de mais precioso é o tempo e ele escorrega por seus dedos, por mais que você queira não dá para segurá-lo. Então a única coisa que nos resta é usar, viver, gastar nosso tempo da melhor maneira possível, parece clichê, só que não, a gente entende isso quando percebe que está envelhecendo. E o tempo, o maldito e bendito tempo que lhe corrói o corpo e a alma.

Faço minhas as palavras do cordel de Bráulio Bessa que transcrevi e se chama: “Nunca é tarde”.

Nunca é tarde –  Bráulio  Bessa

O tempo se escorrega despretensiosamente

Não há força que segure por mais que a gente tente

Cada minuto pra trás foi um que andou pra frente

E mesmo correndo doido desse galope feroz

Vez por outra ele amansa e deixa de ser algoz

Até parece que diz: dá tempo de ser feliz

Pois nunca é tarde pra nós, nunca é tarde pra viver  e aprender com a vida,

pra perceber que a estrada nem sempre será florida

E sempre há uma cura até para a pior ferida

Nunca é tarde pro rancor se transformar em perdão

Pra perceber que nem sempre você tem toda a razão

Pra sentir mais com a mente e pensar com o coração

Nunca é tarde pra ser bom quando a maldade chegar

Nunca é tarde pra sorrir quando a lágrima rolar

Nunca é tarde pra ser forte quando o corpo fraquejar

Acredite meu povo, acredite, nunca é tarde pra abraçar um amigo

Pra proteger um estranho que tá correndo perigo

Nunca é tarde pro seu peito se tornar um grande abrigo

Nunca é tarde pra plantar uma arvore no chão

Nunca é tarde pra ser grato por nunca faltar o pão

E aprender a dividi-lo com quem não tem um tostão

Nunca é tarde, nunca é tarde pra sonhar em algo  quase impossível

Entender que a esperança nem sempre será visível

Nunca é tarde para o fraco se tornar um imbatível

Imbatível como o tempo que todo dia avisa que a conta que ele faz

Quase sempre é imprecisa e até a calculadora não sabe E fica indecisa

A conta de quando a peça da vida sai de cartaz, onde o ator principal É você e ninguém mais,

O tempo é um segredo e acredite é muito cedo pra dizer tarde demais.

Acir Montanhaur

Sobre Acir Montanhaur

Faço do mundo a minha morada, conhecendo lugares nunca vistos. Conheço a mim mesma me vendo em outros rostos, em outras culturas. O meu encontro e encanto com outros mundos é o encontro e encanto com uma parte adormecida e inexplorada em mim, que anseia pelo desconhecido.

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *