O maravilhoso milagre de gerar uma vida

O maravilhoso milagre de gerar uma vida 1

Esta semana ficamos sabendo que o bebê que minha nora espera é um menino.

Fiquei pensando no milagre da vida. O milagre de gerar vida. O milagre que a maioria das mulheres carrega. Quando uma mulher gera um filho, ela se torna parceira de Deus e trás seus filhos para este mundo.

Mas o que é ser mãe? Toda mulher tem o dom da maternidade? Encontrei um site com o nome: “Odeio ser mãe”, https://odeiosermae.wordpress.com achei muito curioso e li alguns artigos sobre as dificuldades e angustias de várias mulheres mães. Eu li a seguinte parte de um texto e fez-me pensar.

  • A mãe que diz adorar ser mãe, mas que até nos momentos de folga larga o filho aos cuidados da creche, dos avós, das tias, da vizinha, da babá, do raio que o parta… Menos aos cuidados dela mesma.
  • A mãe que diz adorar ser mãe, mas que dá um iPad ou celular para a criança de 3 anos (ou larga na frente da TV), assim a pequena fica o tempo todo grudada na telinha e “não dá trabalho”.
  • A mãe que diz adorar ser mãe, mas que enche o filho de porcarias culinárias, tipo nuggets, porque não quer cozinhar decentemente para ele.
  • A mãe que diz adorar ser mãe, mas que espanca seu filho.
  • A mãe que diz adorar ser mãe, mas que larga seu filho na rua, pedindo esmola e cometendo pequenos delitos.
  • A mãe que diz adorar ser mãe, mas que é incapaz de ter um gesto de carinho para com o próprio filho.

Será que isso é gostar de ser mãe? Será que tantas mulheres assim adoram ser mães?

Ser mãe é uma grande responsabilidade, penso que a maior que uma mulher pode ter nesta vida. Será que estamos preparadas?

Acir, a viajante

Sobre Acir, a viajante

Faço do mundo a minha morada, conhecendo lugares nunca vistos. Conheço a mim mesma me vendo em outros rostos, em outras culturas. O meu encontro e encanto com outros mundos é o encontro e encanto com uma parte adormecida e inexplorada em mim, que anseia pelo desconhecido.

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *