“O feminismo tornará possível a liberdade dos homens pela primeira vez”

“O feminismo tornará possível a liberdade dos homens pela primeira vez” 1A frase do título é de uma reportagem de 1915 escrita logo após um grande movimento sufragista em Nova Iorque, que reivindicava o direto das mulheres de votar. “O feminismo tornará possível a liberdade dos homens pela primeira vez”. Você já pensou nisso? Não deve ser fácil ser homem… a cobrança para “ser macho” e “pegar mulher” (mostrar fragilidade pode ser considerado um crime!), a pressão por um bom emprego (ter que sempre ganhar mais e mais!), a responsabilidade por prover sustento da família (o “provedor” tem que pagar todas as contas. Afinal, o dinheiro da mulher é para futilidade…), a obrigação de não sentir medo de nada (“superhomem!”). Isso tudo pode parecer retrógrado, mas ainda há muitos homens (e mulheres!) que pensam dessa maneira.

Homens também são gente! E podem falhar. Os homens não precisar ser mulherengos para provar sua masculinidade. Podem ganhar menos do que as mulheres e serem mandados embora de seus empregos. Podem dividir com suas parceiras o sustento da família. Têm o direito de sentir medo (do que for!). Imaginem a cobrança que sentem da sociedade. Olha só o peso que o feminismo tira dos ombros desses pobres homens.

Recentemente, o primeiro-ministro do Canadá afirmou que “a igualdade entre gêneros é uma oportunidade, não uma ameaça”. Sim! Uma oportunidade para os homens mostrarem que também conseguem cuidar de seus filhos, que também são competentes para dividir o trabalho doméstico, que apoiam que as mulheres dividam as contas. Homens: menos cobrança para atingir a perfeição, mais consciência de que vocês também são humanos e têm direitos. Direito de sentir, direito de expressar seus sentimentos, direito de falhar. Viva o feminismo!

Lúcia, a exploradora

Sobre Lúcia, a exploradora

Estou sempre disposta a enfrentar os desafios que a vida ousa colocar em meu caminho. Uma feminista a explorar novos olhares, novos contornos. Escritora, tradutora, amante das letras e dos livros. Adoro conhecer o mundo, mas principalmente, as pessoas e suas mais incríveis histórias. Eu, exploradora de mim.

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *