Meus 30 anos me ensinaram…

Meus 30 anos me ensinaram... 1Esta semana vamos fazer uma série de textos mostrando o que os nossos trinta anos nos ensinaram (para quem já passou dessa idade) ou então falando sobre as expectativas de atingir essas três décadas.

Meus trinta anos me ensinaram a ter mais compaixão e menos apego. Eu aprendi não só a me colocar no lugar de outra pessoa, mas a respeitar os sentimentos e os pensamentos de quem sente e pensa diferente de mim.

Ao mesmo tempo em que desenvolvi mais compaixão, eu aprendi a ter menos apego a pessoas e a coisas materiais. Depois de morar em tantos lugares, conhecer e ter que me despedir de pessoas queridas é natural que isso acontecesse. No primeiro ano que eu morei na China, mudei de casa três vezes. As pessoas foram embora e eu tive que sair do apartamento em que estava. Mudar de casa usando metrô e táxi não foi fácil. É claro que eu tive que pensar muito bem no que iria levar. Despedir de pessoas que participaram tão ativamente da minha vida foi mais difícil ainda. A amiga francesa que estudou chinês comigo durante tanto tempo voltou para casa. Será que vamos voltar a nos encontrar? E o amigo do Laos e as amigas coreanas que fizeram mestrado e viveram grudadas comigo durante os dois anos do curso? Quando vamos nos ver novamente? O coração fica um pouquinho mais forte (e menos apegado) a cada despedida. Viver tanto tempo em um lugar tão longe e diferente não é para qualquer um. Só a maturidade de ter mais de 30 anos para conseguir aguentar tantas mudanças e tanto desapego. Tudo isso com a certeza de que vai ter valido a pena.

Lúcia, a exploradora

Sobre Lúcia, a exploradora

Estou sempre disposta a enfrentar os desafios que a vida ousa colocar em meu caminho. Uma feminista a explorar novos olhares, novos contornos. Escritora, tradutora, amante das letras e dos livros. Adoro conhecer o mundo, mas principalmente, as pessoas e suas mais incríveis histórias. Eu, exploradora de mim.

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *