Marca Registrada

Marca Registrada 1

Tenho uma amiga belga que vive há muitos anos no Brasil. Em uma conversa entre amigas, uma delas perguntou: – Há quanto tempo você está no Brasil? Ela respondeu com seu sotaque habitual: – Quarenta anos!

Nossa amiga ficou surpresa e disse: – Quarenta anos no Brasil e ainda tem todo esse sotaque!

Ela respondeu com seu sotaque mais carregado: – “querrida, meu sotaque é minha marrca registrrada!”

Fiquei pensando sobre “marca registrada” e fui pesquisar, segundo o Google: “Marca registrada é um nome relacionado à empresa ou corporação que ao registrar, passa a ser de sua propriedade.”

Mas qual a marca que as pessoas deixam nas pessoas, no mundo? Qual a minha marca registrada? Qual a marca que as pessoas deixam em mim? Que marca deixo nas pessoas?

Fiquei pensando nas pessoas que conheço e conheci. Conheço uma pessoa que sorri com os olhos também. Quando ele te olha e sorri, o mundo parece mais lindo! Tenho uma amiga canadense que é freira, ela tem um coração tão bondoso que não dá vontade de sair de perto dela. Meu amigo palhaço tem um abraço tão terno e carinhoso que dá vontade de abraçá-lo e não soltar nunca mais!

Tenho outra amiga que tem um olhar tão forte e confiante que perto dela a gente se sente capaz de conquistar o mundo!

Tem pessoas que têm perfumes marcantes e assim vai. E me pergunto e minha marca registrada, qual é? O que estou deixando no mundo, nas pessoas? Como eu quero ser lembrada?

São coisas pra refletir, para fazermos uma alta avaliação da nossa conduta, nossos relacionamentos em nossa família, amigos, trabalho, enfim na sociedade. Como disse Carlos Drummond Andrade em seu poema “Almas perfumadas”, tem pessoas que têm a alma perfumada. Presenteio você com esse lindo poema!

Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta. De sol quando acorda. De flor quando ri. Ao lado delas, a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso numa tarde grande, sem relógio e sem agenda.
Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça. Lambuzando o queixo de sorvete. Melando os dedos com algodão doce da cor mais doce que tem pra escolher. O tempo é outro. E a vida fica com a cara que ela tem de verdade, mas que a gente desaprende de ver.

Tem gente que tem cheiro de colo de Deus. De banho de mar quando a água é quente e o céu é azul. Ao lado delas, a gente sabe que os anjos existem e que alguns são invisíveis. Ao lado delas, a gente se sente chegando em casa e trocando o salto pelo chinelo. Sonhando a maior tolice do mundo com o gozo de quem não liga pra isso. Ao lado delas, pode ser Abril, mas parece manhã de Natal do tempo em que a gente acordava e encontrava o presente do Papai Noel.

Tem gente que tem cheiro das estrelas que Deus acendeu no céu e daquelas que conseguimos acender na Terra. Ao lado delas, a gente não acha que o amor é possível, a gente tem certeza. Ao lado delas, a gente se sente visitando um lugar feito de alegria. Recebendo um buquê de carinhos. Abraçando um filhote de urso panda. Tocando com os olhos os olhos da paz. Ao lado delas, saboreamos a delícia do toque suave de sua presença soprando nosso coração.

Tem gente que tem cheiro de cafuné sem pressa. Do brinquedo que a gente não largava. Do acalanto que o silêncio canta. De passeio no jardim. Ao lado delas, a gente percebe que a sensualidade é um perfume que vem de dentro e que a atração que realmente nos move não passa só pelo corpo. Corre em outras veias. Pulsa em outro lugar. Ao lado delas, a gente lembra que no instante em que rimos Deus está conosco, juntinho ao nosso lado.

E a gente ri grande que nem menino arteiro. Tem gente como você que nem percebe como tem a alma Perfumada! E que esse perfume é dom de Deus.

 

Acir, a viajante

Sobre Acir, a viajante

Faço do mundo a minha morada, conhecendo lugares nunca vistos. Conheço a mim mesma me vendo em outros rostos, em outras culturas. O meu encontro e encanto com outros mundos é o encontro e encanto com uma parte adormecida e inexplorada em mim, que anseia pelo desconhecido.

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *