Magia e Encantamento

Eu adoro viajar, conhecer lugares, culturas diferentes, quebrar paradigmas.

Eu tenho um amigo que é diplomata francês e vive viajando  pelo mundo em missões diplomáticas. No ano passado ele estava em Mendoza, na Argentina e convidou-me para visitá-lo.

Sempre gostei de viajar para a Europa ou para os Estados Unidos, não me havia despertado o desejo de viajar pela América do Sul. Então pensei: – E porque não?

Então em julho do ano passado, embarquei para Mendoza.

No avião, eu conheci um mendoncino, e é aqui que quero falar de “magia e encantamentos”. Quando eu lhe disse que estava indo para a sua cidade e que nunca tinha estado lá antes, ele começou a me contar sobre a cidade, a província. Então a magia aconteceu.

Ele falava com tanta paixão que eu comecei a ver tudo através dos olhos dele. E foi tão mágico que quando eu cheguei lá, tudo me encantou, pois eu já conhecia aquele lugar, era como ele havia contado. Há pessoas que têm esse dom, de mostrar as coisas através do olhar delas.

Ele falou-me das lindas praças da cidade, das largas avenidas arborizadas e irrigadas através de canais.

Falou-me das vinícolas, do clima árido e desértico que favorece as uvas. Contou-me que Mendoza é considerada a “adega da Argentina” e que de lá saem os melhores vinhos do mundo. E que o sabor do Malbec, devido ao tipo de clima, é único no mundo.

Ele me disse que Mendoza estava nas bordas dos Andes e que toda água utilizada vem do desgelo das montanhas no verão.

Falou-me do Cerro Aconcágua, “O mirador das Estrelas”, a montanha mais alta das Américas.

Eu pensei que os Alpes Suíços fossem as montanhas mais lindas do mundo, até conhecer os Andes e  o Aconcágua. Não há como descrever a beleza dessas montanhas, das praças, da cidade, da Província. Você precisa ir lá e ver.

Potrerillos é o lugar mais lindo que eu já vi, o Parque San Martin é lindíssimo.O Cerro de La Glória é encantador.

Eu sou apaixonada por Paris e nunca pense que fosse me encantar por outra cidade como me encantei por Mendoza. Quero voltar lá outras vezes e em outras estações porque esse mendoncino me disse que não há coisa mais linda que as cores das árvores no outono e as barreiras carregadas, eu quero conferir isso. 

Acir Montanhaur

Sobre Acir Montanhaur

Faço do mundo a minha morada, conhecendo lugares nunca vistos. Conheço a mim mesma me vendo em outros rostos, em outras culturas. O meu encontro e encanto com outros mundos é o encontro e encanto com uma parte adormecida e inexplorada em mim, que anseia pelo desconhecido.

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *