Luz em meio à crise mundial

Em tempos de tantas notícias tristes, sofridas, decepcionantes e por vezes tão cruéis, acreditar na essência da palavra humanidade parece ser uma missão cada vez mais difícil.

Luz em meio à crise mundial 1Certa vez uma amiga comentou comigo algo muito interessante: ela disse que a luz é muito necessária em nossas vidas. É ela que faz a gente enxergar o quanto algo pode estar sujo uma vez que na escuridão é impossível ver onde é preciso limpar. As atuais crises que atingem diversos países parecem ser exemplos claros desta constatação. A luz que revela tantos absurdos em vários setores do mundo chega para clarear as mentes de sociedades que clamam sair da escuridão da hipocrisia.

Mas é importante ter a consciência que para emanar essa luz não precisamos de um único herói. Esse a gente deixa para a ficção. No mundo real, quem faz mesmo esse papel é o cidadão comum. Aquele e aquela que com o suor de seus trabalhos tentam limpar a sujeira dos que prometem salvá-los. Muitos desses salvadores aparentam ter uma condição social e espiritual inabalável, mas na verdade não passam de animais empalhados: perfeitos por fora, mas mortos por dentro.

Às vezes é preferível seguirmos nossas vidas como se estivéssemos escalando uma montanha. Os caminhos até podem ser tortuosos, mas o que superamos durante o trajeto é o que de fato nos torna melhores escaladores. Para atingir o cume não existem atalhos. Aqueles que acharam o contrário agora sentem na pele o quão traiçoeiro pode ser olhar apenas para a “melhor” parte da montanha. Esse objetivo na verdade é apenas um detalhe. A nossa essência é luz e perdê-la no meio do caminho é o que devemos evitar sempre.

Daniella, a intensa

Sobre Daniella, a intensa

Para viver preciso acreditar nos sentimentos mais profundos que a alma humana pode oferecer. O infinito para mim é bastante atraente e o "meio termo" praticamente não existe. Tenho uma alma intensa, carismática, dramática. E é com toda essa intensidade que procuro dar o meu melhor como mãe, esposa, filha, irmã, amiga, jornalista, poetisa!

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *