Ilha

Ilha 1

Assisti o filme “Solidões’ de Oswaldo Montenegro e ouvi a atriz Vanessa Giacomo a declamação do poema “Ilha”. Ele é tão tocante que até me fez chorar. Aproveito para compartilhar com vocês:

Poema “Ilha”  de Oswaldo Montenegro

Ilha não é só um pedaço de terra cercado de água por tudo quanto é lado

Ilha é qualquer coisa que se desprendeu de qualquer continente

Por exemplo: um garoto tímido, abandonado pelos amigos no recreio, é uma ilha.

Um velho que esperou a visita dos netos no Natal
e não apareceu ninguém, é uma ilha

Tudo na gente que não morreu, cercado por tudo que mataram, é uma ilha.

Até a lágrima é uma ilha, deslizando no oceano da cara.

Quantos de nós somos ilhas cercados por solidões por todos os lados. Quantos dos nossos sonhos foram morrendo no passar dos anos, cercando o que resta de esperanças em nós.

Quantos de nós criamos nossas próprias ilhas e nos fechamos nelas e ficamos lá, isolados de tudo e de todos, cercados por nossas dores e frustrações.

Que possamos deixar de ser “ilhas” e sejamos pontes que nos ligue uns aos outros. Pontes para a realização de nossos sonhos. Pontes de apoio e solidariedade, pontes de conforto e gentileza.

Que possamos se “pontes” para o amor.

Acir, a viajante

Sobre Acir, a viajante

Faço do mundo a minha morada, conhecendo lugares nunca vistos. Conheço a mim mesma me vendo em outros rostos, em outras culturas. O meu encontro e encanto com outros mundos é o encontro e encanto com uma parte adormecida e inexplorada em mim, que anseia pelo desconhecido.

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *