Hora do mamaço: um direito de todas nós

A hora do mamaço: um direito de todas nós 1Um amor líquido, capaz de nutrir todas as necessidades físicas e emocionais de pequenos seres humanos que desabrocham para a vida. Assim pode ser definido o ato de amamentar, algo tão natural quanto beber água, correto? Para algumas mulheres, nem tanto. Mas independente de motivos, este é um direito que todas temos. Por isso, subtrair, seja de que forma for a atitude de uma mulher nutrir sua cria, esteja ela onde estiver, é sim algo muito grave!

E foi para lutar contra atitudes discriminatórias relacionadas à amamentação que mulheres em todo o Brasil aderiram ao movimento ” Hora do Mamaço”. Em Campinas, o evento aconteceu neste domingo e reuniu dezenas de famílias que apoiam a causa.

Desmistificar alguns tabus relacionados ao assunto, ratificar o papel das mães que A hora do mamaço: um direito de todas nós 1amamentam e trabalham, bem como semear a consciência dos benefícios do leite materno, foram alguns dos objetivos da ação. A Hora do Mamaço também trouxe à tona o tema do desenvolvimento sustentável, uma vez que o leite materno, além de ser um alimento saudável, natural e seguro para a criança, não gera resíduos ao meio ambiente.

Com placas, cartazes e palavras de ordens, mães, pais e bebês deixaram seus recados e
trocaram experiências. O encontro encerrou a Semana Mundial de Aleitamento Materno,
que aconteceu de 1 a 7 de agosto. Ampliar discussões sobre o assunto é fundamental para que possamos ser conscientes do nosso real papel na sociedade. Mais que igualdade de gênero, acima de tudo queremos respeito às nossas escolhas. A hora do mamaço é apenas uma delas.

Hora do mamaço: um direito de todas nós 1

Daniella, a intensa

Sobre Daniella, a intensa

Para viver preciso acreditar nos sentimentos mais profundos que a alma humana pode oferecer. O infinito para mim é bastante atraente e o "meio termo" praticamente não existe. Tenho uma alma intensa, carismática, dramática. E é com toda essa intensidade que procuro dar o meu melhor como mãe, esposa, filha, irmã, amiga, jornalista, poetisa!

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *