Encontrar alguém

Encontrar uma pessoa na qual possamos nos entregar sem pudor, mentiras e desconfianças em um mundo onde estados de espíritos são tão passageiros, para alguns pode ser uma missão um tanto árdua, para outros, nem tanto.

Hoje já é possível pagar alguém para te ensinar a flertar, chegar junto, beijar e até fazer amor. A moda agora é contratar um coach, profissional especializado naquilo que você quiser. Mas, será que precisa tudo isso mesmo para conseguir achar um amor de verdade? Não deveria ser algo mais natural? O amor não simplesmente acontece quando verdadeiro? AMOR, tão grande em interpretações e ações. A verdade é que para ele não cabe julgamentos. Já diria a poetisa Florbela Espanca:

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: Aqui… além…
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente…
Amar! Amar! E não amar ninguém!”

Uns dizem amar um dia, alguns minutos. Outros passam a vida inteira tentando. Mas uma coisa é certa: para reconhecer o amor, é preciso acreditar em sua existência. Sem isso as coisas realmente serão bastante efêmeras. É preciso lembrar sempre que não existe fórmulas prontas, mas uma base estrutural onde o respeito e a tolerância são cruciais para a sobrevivência. Aí é só acrescentar doses cotidianas de tesão, paixão, emoção, muita emoção! E ao modo de cada um, porque por mais difícil que seja encontrar o seu “alguém”, independente de época, a busca pela reciprocidade amorosa continua sendo uma das missões mais puras e sublimes da vida, tão válida que seu status máximo se resume à perpetuação da nossa própria espécie. Quer resultado mais fantástico?

E para embalar esse texto, deixo vocês com uma canção que traduz muito bem tudo isso: “Segredos”, de Frejat.

Daniella, a intensa

Sobre Daniella, a intensa

Para viver preciso acreditar nos sentimentos mais profundos que a alma humana pode oferecer. O infinito para mim é bastante atraente e o "meio termo" praticamente não existe. Tenho uma alma intensa, carismática, dramática. E é com toda essa intensidade que procuro dar o meu melhor como mãe, esposa, filha, irmã, amiga, jornalista, poetisa!

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *