Deixe-se pertencer

Quando estamos juntos, principalmente se somos muitos ao mesmo tempo, eu fico cheia. Preenchida de uma alegria, da felicidade de pertencer aqui. Sua importância está nos risos fáceis, nas palavras de conforto, nos elogios, nos interesses em comum, nos laços de sangue, nos laços puramente de afinidade. O que importa é que pertencemos ao mesmo algo.

Pode, este algo, existir há muitos anos e ser duradouro. Pode ter sido do passado. Pode ter começado agora, há 5 minutos. Pode ser que tenha data para acabar, no começo do mês que vem. Mas, em cada lugar que eu vou, quando você está lá, sinto aquela coisa gostosa, uma calma e empolgação, uma paz e uma agitação. Tudo depende do que temos juntos. Mas é sempre mais feliz quando você está, pois eu sinto que pertenço.

Você está nos encontros de família, naquele abraço que me erguia quando eu era pequena e em que hoje me reconheço; nos braços que se erguem para me abraçar, mas que em breve estarão muito mais altos que os meus; nas histórias que conto sobre você de quando éramos adolescentes e que, quando nos encontramos, relembramos todas.

Você está nos lugares em que vou toda semana e nos cumprimentamos felizes pelo bem-estar de uma pessoa conhecida; nos interesses e assuntos em comum, em um projeto pessoal no qual trabalhamos juntos. Até quando você reclama da sua aparência, apesar de eu achar que você está falando bobagens, eu compreendo e em tantas ocasiões sinto que pertenço.

E quanto mais eu pertenço e mais tenho a liberdade de pertencer, mais eu quero fazer parte, pois você está lá. Pessoa de afinidades, de histórias, de laços… obrigada por me deixar, e se deixar, pertencer.

Andressa Vilela

Sobre Andressa Vilela

A profissão de fotógrafa já denuncia minha atenção e gosto pelo detalhe. Apesar de amar as imagens, também adoro escrever e principalmente, pensar sobre o cotidiano. Formada em jornalismo, trabalhei nesta área antes de morar na Irlanda, onde passei quase dois anos. Conhecer e explorar o novo é sempre bem-vindo. Assim também é um bom brigadeiro de panela.

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *