Como conquistar amigos durante a jornada da vida?

Para alguns, uma pergunta simples de responder, para outros nem tanto. Olha quantas definições existem para a palavra amizade nos dicionários: 1. afeição, afeto, amor, apego, apreço, benevolência, camaradagem, cordialidade, estima, fraternidade, simpatia, ternura.

Perceber tais sentimentos no dia a dia é o grande desafio, afinal, como garimpar tudo em meio as situações mais adversas?

Creio que acima de tudo a palavra respeito seja o principal ponto de partida. Afinal, quando respeitamos a história de vida do outro (concordando com ela ou não), uma enorme janela no coração se abre para vivenciar a incrível experiência da amizade. Mas isso é apenas o começo porque no meio do caminho, como diria o poeta, existem várias pedras. Porém, se você sente que elas podem ser removidas, aí está a resposta para saber se a amizade que você escolheu vale a pena ou não.

E isso independe das decepções que você venha a ter com seus amigos. Escolhê-los achando que não vai se decepcionar em algum momento é ilusão, sabe porque? Somos humanos e esse detalhe é fundamental para trabalharmos um outro sentimento na amizade: o perdão. Seja no simples fato de atrasar num encontro com a amiga ou mesmo se você ou ela vier a se apaixonar pela mesma pessoa. Tudo isso pode acontecer durante a jornada da vida. E é por isso que dificilmente somos amigos de todos que conhecemos. Fazemos uma seleção natural de tudo o que poderá acontecer caso você escolha essa pessoa como amiga.

Mas, uma vez que a trazemos para nossa vida, assumimos os riscos e é isso que faz tudo valer a pena. Refletir, aprender, ensinar e compartilhar nossas experiências com certeza são formas de dá um sentido mais pleno e concreto a nossa existência e de perceber que são os amigos as maiores riquezas de nossas vidas.

Daniella, a intensa

Sobre Daniella, a intensa

Para viver preciso acreditar nos sentimentos mais profundos que a alma humana pode oferecer. O infinito para mim é bastante atraente e o "meio termo" praticamente não existe. Tenho uma alma intensa, carismática, dramática. E é com toda essa intensidade que procuro dar o meu melhor como mãe, esposa, filha, irmã, amiga, jornalista, poetisa!

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *