Ame hoje, perdoe hoje, e faça tudo hoje!

Por Monique Souza

Ame hoje, perdoe hoje, e faça tudo hoje! 1

Existem pessoas que vivem um dia a frente de seu tempo. Elas costumam deixar tudo para depois e sujeitam-se a ver a ordem de suas prioridades mudar, a saudade passar e o encanto esvair.
Há raras exceções que, na contramão desse tipo de comportamento vivem cada minuto com total intensidade. Essas são confundidas com as impulsivas.
A razão de guardar os sentimentos para depois é a mesma praticada por alguém que compra uma peça de roupa e armazena, durante anos, no armário sem nunca usar. Chegará o dia em que a roupa não servirá mais.
Assim, é o desfrute de nossos relacionamentos. Cada vez mais guardados e remoídos pelo simples ato de negação: Não dizer, não demonstrar e não amar; na esperança de um dia repararmos a tempo os vários “nãos” ditos, como nos filmes com final feliz ou o último capítulo da novela. A diferença é que somos personagens da vida real e não obra de ficção.

“Não deixe nada para depois/ não deixe o tempo passar/ Não deixe nada para semana que vem/ porque semana que vem pode nem chegar”, cantou Pitty.

Ela tinha razão quando compôs a letra. Deixamos tudo para amanhã na certeza de que o amanhã sempre vem.  Deixamos de abraçar com vontade por medo daquilo que irão pensar, deixamos o almoço de domingo com a família por aceitar os convites ocasionais, deixamos o passeio com os amigos para somar algumas horas de sono, deixamos aquele pedido de desculpa para dar espaço ao orgulho, deixamos de perdoar para que o outro sofra e pague cada centavo de nossa dor, deixamos de estar presente na vida de quem importa para trocar ‘likes’.
Deixamos de atravessar a cidade em busca do sorvete preferido, deixamos de dizer o quanto alguém nos basta para não dar o braço a torcer, deixamos de abrir nosso coração para dar espaço ao medo, deixamos de viver outras histórias por manter o pé no passado e deixamos de elogiar para ceder às críticas.
Deixamos ainda, a oportunidade de aprender algo novo, aquela ligação saudosa pra vó, a prática de exercícios físicos, a roupa para lavar, a educação dos filhos e o simples ato de agradecer. Deixamos para depois nossos sonhos na certeza de que o futuro virá.

Amanhã é um dia que pode nem chegar

Viva o “aqui e agora” é o que ensina a prática da meditação e os ensinos ‘zen’. Esteja de corpo inteiro onde estiver. Ofereça sua melhor versão aqueles que estão à sua volta e vista-se de uma roupagem nunca usada. Dê espaço aos seus sentimentos e a chance de manifestar o que há de mais genuíno em você.
Esteja e viva o presente pois, os próximos instantes não garantem que o outro esteja disponível para ouvi-lo ou que vocês habitem o mesmo planeta. A vida pode reservar nos próximos segundos rumos bem diferentes, nem sempre com direito a despedidas e adeuses.
Deixar as coisas para depois é como preparar um café e tomá-lo frio.
AME HOJE, PERDOE HOJE E FAÇA TUDO HOJE, pois o amanhã poderá não chegar.

Monique Souza

 

Sobre Monique, a destemida

Para mim o céu é o limite. Vivo como uma adolescente que sonha em mudar o mundo. Acredito no ser humano e na força do bem sobre o mal. Curiosa por natureza e jornalista por formação, adoro conhecer pessoas por meio de suas histórias e transformá-las num belo registro fotográfico. Paixão e ousadia que me levaram aos caminhos do fotojornalismo.

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *