Abraços grátis

Coisa boa é o abraço. Não um, não qualquer, mas O abraço.

Que se enrola todo, que descansa a cabeça, que acolhe ou que é acolhido.Abraços grátis 3

Um abraço na pontinha dos pés, com os braços esticados lá no alto. Ou um abraço em que é preciso abaixar-se para alcançar quem está com os braços mais pertinho do chão que nós.

Não aquele que é dado por mera formalidade. Como passar da nossa zona de conforto totalmente pode ter a ver com um protocolo? Mas por vezes temos que fazê-lo.

Digo do abraço bom, com significado. De entendimento, confiança, compatibilidade. De saudade, aconchego, descanso.

Um abraço que balança, que roda, que corre para acontecer. Ou um abraço que, mesmo tímido, se sente bem.

Que vai e volta, para quem e de quem a gente gosta. Quando tem aquela afinidade chamada empatia.

E, quanto mais conforto nossa alma tem com a outra alma que nos empresta o corpo, mais confortável é este abraço.

E a gente quer ficar ali um tempinho. Ou um tempão.

E queremos abraçar mais vezes.

E queremos sentir o cheiro bom de paz e preenchimento que esse abraço dá.

Andressa, a detalhista

Sobre Andressa, a detalhista

A profissão de fotógrafa já denuncia minha atenção e gosto pelo detalhe. Apesar de amar as imagens, também adoro escrever e principalmente, pensar sobre o cotidiano. Formada em jornalismo, trabalhei nesta área antes de morar na Irlanda, onde passei quase dois anos. Conhecer e explorar o novo é sempre bem-vindo. Assim também é um bom brigadeiro de panela.

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *