A dualidade de todos nós

Sou uma das muitas pessoas fãs de “Star Wars”, apaixonada pelos Jedis e pelo poder da “Força”. Para aqueles que desconhecem, no primeiro filme da saga, a ‘Força’ é descrita como uma energia onipresente que pode ser utilizada por aqueles com habilidade para tal. É um “campo de energia criado por todos os seres vivos que nos cerca, permeia e mantém a galáxia unida”. Os Jedis são pessoas que possuem habilidades para usá-la. A ‘Força’ permite aos seus usuários realizar diversos feitos sobrenaturais. Os Jedis são nobres, justos e mantém o equilíbrio da galáxia. Mas a Força possui um lado negro que, quando alcançado preenche seu portador de ódio, agressão e maldade.

Na trama, o personagem Anakin Skywalker acredita que pode dominar o lado negro da ‘Força’ e acaba sendo corrompido por ele. Desta forma ele se torna o terrível vilão Lord Darth Vader. Assim somos todos nós, possuidores dos dois lados da ‘Força’ dentro de nós.  Muitos não conseguem controlar o lado negro da força e tornam difícil a vida dos que estão ao seu redor. Por bandearem para o lado negro da ‘Força’, muitos se tornam oprimidos.

Nosso planeta azul está sendo destruído e Gaia vai perdendo o equilíbrio dia após dia. Somos todos filhos de Gaia e o que acontece com ela reflete em nós, como num espelho. E assim a humanidade adoece porque a ‘Força’ está perdendo seu equilíbrio e o lado negro domina os corações enchendo-os de indiferença, ódio e maldade. Precisamos de mais pessoas que abracem a força e lutem para reequilibrar nosso lindo planeta.

Acir, a viajante

Sobre Acir, a viajante

Faço do mundo a minha morada, conhecendo lugares nunca vistos. Conheço a mim mesma me vendo em outros rostos, em outras culturas. O meu encontro e encanto com outros mundos é o encontro e encanto com uma parte adormecida e inexplorada em mim, que anseia pelo desconhecido.

Ver tudo

Comente este post!

O seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados (*)

Comentário *